*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*MEU PERFIL *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*


Nome:Nilceu Francisco

Aniversário:11 de julho

Cidade:Campinas-SP

Gosto:Boas amizades, Viver, Conquistar, Amar

Hobby:Compor

Filmes:Aprecio todos os gêneros

Músicas:Dance, Românticas... Preferidas :Folhas de outono; As rosas não falam, Palavras lindas...




PARA VOCÊ !



PARA COPIAR USE CTRL + C




PÁSCOA: SALAS RELACIONADAS .






PASSE O MOUSE, ESCOLHA , CLIQUE E NAVEGUE!



S.S. Q.P. B.P. A1
A.J. O.C. S.L. S.P.
P.C. B.P.


APEOESP
Baixaki
BOL
Banco Bradesco
Banco Brasil
Banco Itaú
Banco N. Caixa
Culinária Record
D.E. Leste
D.E.Oeste
EPTV
Geovisite
Globo
IG
Midis Recife
Photobucket
Pref. Cps
Secr. Educação
Secr. Fazenda
Superdownloads
TERRA
Uniblog
UOL
Yahoo


Votação

Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog

31/03/2013 a 06/04/2013

24/03/2013 a 30/03/2013

17/04/2011 a 23/04/2011

28/03/2010 a 03/04/2010

21/03/2010 a 27/03/2010

12/04/2009 a 18/04/2009

05/04/2009 a 11/04/2009

29/03/2009 a 04/04/2009

22/03/2009 a 28/03/2009

15/03/2009 a 21/03/2009


Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

Visitas

Créditos




O SENTIDO DA PÁSCOA 

 


A Páscoa, a mais importante das datas Cristãs, é comemorada em todo o mundo simbolizando o perdão, a alegria, o recomeço, a redenção, a nova vida e o sentido do sacrifício. Para os cristãos, há mais de dois mil anos a Páscoa celebra a Ressurreição de Jesus Cristo. Festeja a passagem de Cristo da morte para a vida e das trevas para a luz. 
Como muitos outros rituais do Cristianismo, o período pascal incorpora outro mais antigo: do hebreu Pessach, a Páscoa Judaica é uma comemoração judaica que recorda a passagem dos judeus do Egito até a Terra Prometida - marcada pela travessia do Mar Vermelho – e significa a passagem da escravidão para a liberdade.
==
CURIOSIDADES
==
Buona Pasqua, Fouai Hwo Gie Quai Le, Joyeuses Pâques, Kalo Pask, Happy Easter, Vrolyk Pasen e Feliz Pascua são apenas algumas formas de dizer Feliz Páscoa, festa que é sinônimo de feriado, coelho e principalmente chocolate, muito chocolate.

A Páscoa é uma das datas móveis do nosso calendário e ocorre 47 dias depois do Carnaval. O dia da Páscoa é o primeiro domingo que ocorre depois da Lua Cheia ou do dia de 21 março (a data do Equinócio). Entretanto, a data da Lua Cheia não é a real, mas a definida nas Tabelas Eclesiásticas. A Igreja, para obter consistência na data da Páscoa decidiu, no Conselho de Nicea em 325 D.C, definir a Páscoa relacionada a uma Lua imaginária - conhecida como a "lua eclesiástica".

A Quarta-Feira de Cinzas ocorre 46 dias antes da Páscoa, e, portanto, a Terça-feira de Carnaval ocorre 47 dias antes da Páscoa. Esse é o período da Quaresma, que começa na Quarta-Feira de Cinzas.

Com essa definição, a data da Páscoa pode ser determinada sem grande conhecimento astronômico. Mas a seqüência de datas varia de ano para ano, sendo no mínimo em 22 de março e no máximo em 24 de abril, transformando a Páscoa numa festa "móvel". De fato, a seqüência exata de datas da Páscoa repete-se aproximadamente a cada 5.700.000 anos no nosso calendário Gregoriano.

==
Os símbolos da Páscoa
==

Os símbolos da Páscoa no mundo são:

1.    Cordeiro: representa o sacrifício do cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo;

2.    Luzes, velas e fogueiras: marcas da chama da luz e da esperança;

3.    Ovos – simbolizam a nova vida que retorna à natureza;

4.    Coelhos – representam a fertilidade, o nascimento e a nova vida.
==
Páscoa no mundo
==

China – O “Ching-Ming” é uma festividade que ocorre na mesma época da Páscoa, onde são visitados os túmulos dos ancestrais e feitas oferendas em forma de refeições e doces, para deixá-los satisfeitos com os seus descendentes.

Europa – A tradição é decorar ovos cozidos e fazer brincadeiras como rolá-los ladeira abaixo, onde será o vencedor aquele ovo que rolar mais longe sem quebrar. Nos países da Europa Oriental, as crianças que forem bem comportadas na noite anterior ao Domingo de Páscoa e deixarem um boné em um lugar escondido, ganham do coelho doces e ovos coloridos.

Estados Unidos – As crianças brincam de caça ao ovo. Os ovos cozidos e decorados com tintas são escondidos pelos pais para serem descobertos na manhã de Páscoa. Em algumas cidades, a brincadeira é feita em praça pública.

Brasil e América Latina – o mais comum é as crianças montarem seus próprios ninhos e enchê-los de palha ou papel picado. Os ninhos são deixados para o coelhinho colocar doces e ovinhos na madrugada de Páscoa. A caça ao ovo também é utilizada.

Bélgica e França – os sinos da igreja não tocam entre a Sexta-feira da Paixão e o Domingo de Páscoa. Uma lenda local diz que os sinos voam para Roma e, quando voltam, deixam cair ovos para todos encontrarem. As crianças fazem ninhos para que o coelho os encham de ovos.

Bulgária – os ovos cozidos são coloridos após a missa na Quinta-feira Santa e são feitos pães pascais, os kolache ou kozunak. Um pão, decorado com um número ímpar de ovos vermelhos, é levado à igreja na madrugada de sábado para ser abençoado e, depois, presenteado à família. Cada pessoa da família pega um ovo e todos começam a batê-los uns contra os outros. Quem ficar com o ovo inteiro terá um ano de sorte.

Suécia – é semelhante ao Halloween americano. Na Quinta-feira Santa ou na véspera da páscoa, as crianças vestem-se de bruxos, visitam sues vizinhos e deixam um cartão decorado para conseguir doce ou dinheiro.

 

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






7 maneiras criativas de entregar o ovo de Páscoa para as crianças

Deixe a data ainda mais divertida e mágica com atividades que podem ser feitas individualmente ou em grupo

Para as crianças, parte da magia da Páscoa está em ganhar os ovos de chocolate deixados em casa pelo coelhinho. Assim como o Papai Noel, ele nunca é visto no ato da entrega dos presentes, mas vive na fantasia infantil como se fosse real. Tem lembrança mais doce da infância do que encontrar os ovos na manhã do domingo de Páscoa, ainda de pijaminha, e festejar com os pais, irmãos, primos, avós?

Para tornar a ocasião ainda mais especial e divertida, os pais podem dedicar algum tempo a brincadeiras que estimulem os filhos a “batalhar” por seus ovos. Escolha uma – ou mais – e faça a festa com as crianças!

1. Caça aos ovos


Faixa etária: a partir de três anos
Individual ou em grupo

Esta é a brincadeira mais tradicional, feita há décadas pelas famílias. Antes de as crianças acordarem, esconda os ovos pelo ambiente. Ao chamá-las pela manhã, avise que viu o coelhinho indo embora, mas não sabe onde ele deixou os ovos. A partir daí, os pequenos devem procurá-los em todos os lugares. Espalhe, em locais estratégicos (dentro de um vaso ou atrás de um abajur, por exemplo), pequenos papeis com setas indicando em que direção elas devem ir. Se for mais de uma criança, determine uma cor para cada uma e explique que as pistas devem ser seguidas de acordo com esse código, ou seja, a criança verde só chegará ao seu ovo seguindo as setas desenhadas em verde. Ovos de chocolate em miniatura ou bombons podem ser deixados com algumas das pistas, para alegrar ainda mais o jogo. No final, as crianças encontram o prêmio maior: o ovo de Páscoa.

2. Gincana maluca


Faixa etária: a partir de quatro anos
Individual ou em grupo

Prepare um caminho bem maluco para as crianças percorrerem até chegarem aos ovos (pode ser desenhando o chão com giz de quadro-negro ou fixando papeis nele com durex). Elas conseguirão vê-los, mas só poderão pegá-los quando chegarem ao final da trilha. De acordo com a idade e a habilidade dos pequenos, eleja uma forma divertida de passar pelo caminho: corrida de sacos, equilibrando um ovinho de chocolate em uma colher, pulando corda. O ovo de Páscoa é entregue na linha de chegada.

3. Perguntas e respostas


Faixa etária: de três a nove anos
Individual

Em uma cartolina, desenhe um caminho numerado e o enfeite com símbolos da Páscoa, como ovinhos e coelhinhos. Prepare uma pergunta para cada um dos números do jogo – aqui, os pais podem aproveitar para aplicar um reforço escolar, formulando questões relacionadas ao conteúdo que está sendo estudado. A criança deverá jogar um dado e responder a pergunta da casa em que caiu. Caso erre, volta para a casa em que estava anteriormente e joga o dado de novo. Para que não pareça uma aula particular, coloque “casas premiadas” no meio da numeração, em que os prêmios podem ser ovinhos de chocolate ou bombons. Chegando ao fim do tabuleiro, ela ganha o tão esperado ovo de Páscoa!

4. Quente e frio


Faixa etária: a partir de três anos
Individual ou em grupo

É uma variação da caça aos ovos. Em vez de espalhar setas indicando a direção que as crianças devem seguir, coloque-as em um ponto de partida e deixe que comecem a andar em busca dos ovos de Páscoa. Os adultos devem informar se estão próximas (dizendo “quente”) ou distantes (dizendo “frio”) do prêmio. Se forem muitas crianças, não esqueça de dar as instruções de “quente” ou “frio” falando o nome de cada uma antes. Quando estiverem prestes a pegar o ovo de Páscoa, diga “fervendo” e comemore com elas.

5. Pegadas do coelhinho


Faixa etária: a partir de dois anos
Individual ou em grupo

Outra variação da caça aos ovos, mas aqui as pistas são as pegadas do coelhinho espalhadas pela casa. Para fazê-las, recorte papéis no formato das pegadas ou utilize um pouco de farinha nas pontas dos dedos para desenhá-las no chão. Se preferir, algumas lojas de artigos para festas vendem as pegadas em tamanhos diversos. O caminho deve ter obstáculos, como o sofá ou a mesa de centro, e neles podem ser colocados ovos de chocolate em miniatura ou bombons, para deixar a brincadeira mais alegre ainda. Incremente a trilha com algumas cenouras “mordidas” e diga que o coelhinho as deixou ali. No final, a criança encontra seu sonhado ovo de Páscoa.

6. Cestinha cheia


Faixa etária: a partir de três anos
Em grupo

Espalhe dezenas de miniovos de chocolate pelo ambiente, entregue um cestinho para cada criança, coloque-as em um ponto de partida e dê a largada dizendo “Valendo!” ou apitando. Elas deverão correr para todos os lados e pegar o maior número possível de ovinhos, que serão seus prêmios.

7. O rabo do coelho


Faixa etária: a partir de quatro anos
Individual ou em grupo

Desenhe um coelho gigante em uma cartolina e fixe-a em uma parede. No lugar do rabo, coloque uma fita adesiva dupla-face. Deixe a criança ver bem o desenho, entregue a ela uma bolinha de algodão e vende seus olhos com um lenço. Seguindo dicas dos adultos, ela deverá colar o algodão no lugar do rabo do coelho. Assim que conseguir, ganhará o ovo de Páscoa.

IG

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






CURIOSIDADES  SOBRE OS OVOS DE PÁSCOA
====

Ovos decorados
==
A Páscoa está chegando! E nessa época do ano, todo mundo fica ansioso para abrir os ovos de chocolate.

Mas você sabe como surgiu a tradição de presentear os amigos com esse doce?

Há muito tempo, era costume dar de presente para as pessoas queridas ovos de verdade pintados à mão durante a Páscoa. Em alguns países, como Rússia e Ucrânia, essa tradição ainda existe.

O ovo de chocolate só surgiu há dois séculos, na Europa.

Vamos conhecer algumas curiosidades a respeito deles?

====
Ovo gigante
==
Um dos maiores ovos de Páscoa artesanais do mundo foi confeccionado no Festival do Chocolate, em Bariloche, na Argentina.

Chamado de "Ansa", o ovo tinha 8,5 metros de altura, 5,5 metros de diâmetro e 7.500 quilos de chocolate.

Para quebrá-lo foi preciso a ajuda de um guindaste e uma marreta!

====
Culinária animal
==
Os primeiros ovos de Páscoa de chocolate foram criados na Europa, no começo do século 19. Eles eram lisos e decorados com flores de marzipã.

Para disfarçar pequenas imperfeições na superfície dos ovos de chocolate, os confeiteiros alemães criaram uma textura chamada "crocodilo", usada até hoje!

====
Vale ouro
==
Alguns ovos de chocolate custam bem caro, já que podem vir com joias ou ouro, por exemplo.

O ovo de Páscoa mais caro do mundo foi comprado por R$ 21 mil. Ele pesa quase 50 quilos e foi feito chocolateiro britânico William Curley.

O chocolate usado para fazer esse ovo foi o Amadei, da Venezuela, considerado o melhor do mundo. No recheio, vai caramelo, vinagre preto japonês, óleo de oliva, alecrim, gergelim, cassis e um pouquinho de folhas de ouro pra arremata
====
Meio amargo
==
O chocolate foi criado a partir de uma bebida chamada "xocolat" feita pelos astecas, um povo muito antigo que vivia no continente americano.

Essa bebida, preparada com uma fruta chamada cacau, não tinha um gosto muito bom porque tinha pimenta e gengibre como ingredientes.

Só depois que eles foram substituídos por canela, baunilha e açúcar é o chocolate começou a fazer sucesso. E até hoje ele é feito a partir do cacau.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






'Malhação do Judas': tradição no Sábado de Aleluia
======
Saiba o significado da malhação do Judas

=
Qual adolescente de hoje sabe o que é a brincadeira da malhação de Judas? Ela é uma tradição ligada a Semana Santa que, praticamente, sumiu das grandes cidades, mas ainda persiste na zona rural de municípios menores. Há alguns anos, hoje seria o dia de confeccionar um boneco, feito de serragem ou estopa, e vestido com calça, blusa, sapatos e demais adereços que lembrassem um homem de verdade. Depois de preparado, ele era amarrado em um poste até a hora fatídica. À meia-noite, era surrado em lembrança à traição de Judas Iscariotes a Jesus de Nazaré.

Antropologicamente, estudiosos atribuem o significado de malhar, ou matar, o Judas a exterminar um representante do mal que existe na sociedade. O bispo de Caruaru, dom Bernardino Marchió, vai além e acredita que, ao malhar o boneco, as pessoas procuram se purificar. “Ele representa o desejo de combater dentro do ser humano o mal e o desrespeito”, disse o religioso. O bispo frisou que a prática não tem relação com a Igreja Católica.

A brincadeira tem origem na fé e religiosidade e remonta à Idade Média. O início da “surra” em Judas está na fundação do cristianismo, como conta o doutor em História e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Biu Vicente. “Temos que verificar que Judas é um personagem da história bíblica. E as religiões que surgiram após o incidente de Judas e sua traição a Jesus, quiseram encontrar uma maneira de culpar alguém pela morte de Jesus”, comentou o professor.

Segundo ele, a prática ganhou força desde que o cristianismo venceu os deuses, que eram seguidos em Ro­ma, e os escritos cristãos pu­seram sobre os judeus a responsabilidade da morte de Jesus. Paralelamente, entre os judeus, Judas foi es­colhido para serresponsabilizado pelos sofrimentos que Jesus passou. “Essa foi um política cultural seguida na Idade Média e na Idade Moderna, mas esse costume de encontrar algo ou alguém para assumir o erro de muitos já existia antes do cristianismo”, justificou Vicente.

Agora na lembrança da maioria, a malhação virou história de pais e avós do Interior. “Meus pais e avós passaram a tradição para mim. Era uma festa. Quem subia no poste e pegava o Judas primeiro ganhava até prêmio”, relembrou o comerciante Cicero Ludugero, de 58 anos. O autônomo José Orlando, 55, acredita que o tempo e a tecnologia acabaram com a prática da Semana Santa.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Se o Estado é laico, por que é feriado na Sexta-Feira Santa?



Também chamada de Sexta da Paixão para os cristãos, a Sexta-Feira Santa marca a morte de Jesus Cristo e o seu sofrimento ao carregar a cruz e ser crucificado. A data é um feriado móvel no Brasil, assim como em outros países, porque segue o calendário da Páscoa. Assim, é definida como sendo a primeira sexta-feira após a primeira lua cheia de primavera no Hemisfério Norte, ou do outono no Hemisfério Sul. Mas por que essa e outras datas religiosas são feriados se o nosso País é um Estado laico?

 

De acordo com o advogado especialista em direito religioso Gilberto Garcia, essa tradição ainda existe na sociedade brasileira devido a questões históricas e culturais. Na época do Brasil Colônia, quando o nosso país era dependente de Portugal, a religião oficial era o catolicismo. No Brasil Império, em 1824 uma mudança na legislação permitiu a liberdade de crença, no entanto ela não poderia ser feita em espaços públicos. Foi somente em 1890, após a proclamação da República, que um decreto estabeleceu a liberdade de culto de todas as religiões, no entanto, manteve a Igreja Católica como oficial.

Um ano depois, a Constituição de 1891 instituiu, finalmente, a separação entre a igreja e o Estado, estabelecendo que não existe nenhuma religião oficial. Embora isso tenha ocorrido há mais de 120 anos, Gilberto Garcia afirma que a Igreja Católica foi oficial no Brasil por mais de 400 anos, o que causa reflexos tanto na definição de feriados, como na escolha de nomes religiosos para cidades, bem como na utilização de representações da crença em espaços públicos, como crucifixos em prefeituras, câmaras de vereadores e tribunais.

 

Outro fator determinante é a predominância da religião católica no Brasil. Embora o número de fiéis tenha caído nas últimas décadas. Segundo dados do Censo, divulgados no ano passado, o percentual de católicos caiu 12,2% entre 2000 e 2010. Mesmo assim, dois em cada três brasileiros declararam ser adeptos da religião no Brasil.

 

Gilberto Garcia, autor do livro O Novo Código Civil e as Igrejas (editora Vida), lembra que, além da Sexta-Feira Santa existem outros feriados ligados à religião, como o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida, Corpus Christi e o Natal, além de feriados regionais, como a celebração do dia de São Jorge, em algumas localidades.

 

O especialista em direito e religião lembra que a Constituição de 1988 reforçou a importância do Estado laico, sem igreja oficial, e ainda o respeito a liberdade de crença. "A constituição permanece dizendo que é laico, mas a tradição vem sendo mantida", afirma. Ainda de acordo com ele, outras religiões possuem suas datas de celebração, como a comemoração do Yon Kippur pelos judeus e o mês sagrado dos muçulmanos, o Ramadã, que não são feriados.

 

"Se a sociedade quisesse mudar essas datas, deixando de ser um feriado obrigatório para todas as religiões, isso deveria ser feito pelo Congresso Nacional ou pelo Supremo Tribunal Federal, mas não há espaço político para isso", completa.

Terra

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






PÁSCOA

CONFIRA AS SALAS!

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






A melhor hora de comer chocolate

Ele é uma iguaria e não é de se espantar que os corredores também queiram fartar-se com ele. Fique de olho na saúde, mas não deixe de satisfazer sua vontade.

Como se já não bastasse o sabor do doce, os fabricantes de chocolates e especialistas em marketing parecem estar sempre testando o poder dos consumidores de resistir às tentações.

A psicóloga Raquel Muniz explica: “As pessoas estão acostumadas a pensar que tudo o que vem de cima é melhor. Então o consumidor entra na loja e se depara com vários chocolates vindos do teto, como se viessem do céu, na época da Páscoa. Junta-se a esse psicológico o próprio sabor já adorado e pronto: vendeu”.

O chocolate sempre foi um dos principais vilões para quem quer emagrecer. Mas o que muita gente não se lembra é que o doce também possui propriedades benéficas. A nutricionista Fernanda Seixas ressalta: “Quando há deficiência de magnésio, comum no período pré-menstrual, há um aumento do desejo de comer chocolate. E o produto contém antioxidantes, reagindo à ação dos radicais livres a que os corredores estão mais sujeitos devido à prática de esporte de alto impacto e longa duração”.


O cardiologista Marconi Gomes diz: “Além de servir como antioxidante, os flavonoides estão relacionados com a redução do LDL (ou mau colesterol) e aumento dos níveis de HDL (o bom colesterol)”.

Calorias do bem?


Outro aspecto que merece destaque é que o chocolate é densamente calórico. Dessa forma, a ingestão excessiva deve ser evitada em refeições realizadas muito próximas ao início da atividade física para não atrapalhar o treinamento. “Para a recuperação pós-treino, o chocolate amargo pode auxiliar na retomada de sensações prazerosas no cérebro, já que está relacionado a uma maior liberação de serotonina, e seu consumo imediatamente pós-exercício pode ajudar o processo de recuperação das reservas de glicogênio”, explica Fernanda.

Para complementar, o chocolate é uma excelente fonte de magnésio, nutriente essencial para a contração muscular e a fixação do cálcio nos ossos do corpo humano.


De olho na saúde

Os carboidratos são a fonte principal de energia durante a atividade física e podem ser classificados quanto à capacidade de aumentar a glicemia em determinado tempo.

“Em geral se recomenda alimentação com fontes de carboidratos de baixo índice glicêmico antes do treino/prova, como os alimentos integrais, deixando os de alto índice glicêmico para durante e após o treino/competição para repor os estoques de glicogênio. Assim, o chocolate fica para depois das corridas”, explica Tânia Rodrigues, nutricionista da RG Nutri.

Como escolher o seu?

“As melhores opções para o pós-treino são os chocolates meio amargo e o amargo, por apresentarem uma quantidade maior de cacau. Os chocolates com muita quantidade de leite acabam inibindo a ação dos flavonoides e os brancos não contêm a semente de cacau”, explica Tânia.

Uma curiosidade: há provas que dão chocolate nos postos de reposição energética. Adriano Bastos, treinador e hexacampeão da Maratona da Disney, ressalta: “Na prova da Disney, eles dão chocolate, mas não como para não arriscar algo diferente. Prefiro o gel de carboidrato, que, aliás, tem opções com sabor chocolate”.

Fonte : esta

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Maior ovo de Páscoa do mundo derrete catarinenses

Obra exposta em shopping de Florianópolis tem seis toneladas e mede 4 m de altura

 

O coelho de Páscoa que deixou o ovo também será analisado pelo Guinness.
Uma escultura gigantesca exibida no Beiramar Shopping, em Florianópolis (SC), tem chocado os frequentadores. O ovo de Páscoa deixa o pessoal com um oceano na boca. A iguaria pesa seis toneladas e assombra com seus 4 metros de altura - além de deixar todo mundo derretido de emoção.

 

O ovo contém chocolate suficiente para fazer uns 12 mil ovos de Páscoa. Só não pode comer ainda. A escultura doce será analisada por técnicos do Guinness Book, que irão checar se é o maior do gênero já registrado.

Depois da avaliação, aí sim a moçada poderá ter uma digestão recorde ao provar o doce. Só que o ovo será destinado a 30 mil crianças carentes da cidade. Se der, elas deixarão um pouquinho para os adultos.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






A verdade sobre a Páscoa

A Páscoa é a maior de todas as festas  da cristandade! Mas sua verdade tem sido escondida durante séculos.

 

 

 

"Assim pois comereis: ...esta é a Páscoa do Senhor  ...E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao Senhor: em todas as vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo." Êxodo 12:14.

Quando Roma dominou o mundo, autoridades do clero iam às feiras livres para ver quem comprava ervas amargas nos dias da Páscoa, para sentenciá-los à morte nas fogueiras   da chamada "Santa Inquisição", por serem tidos como judeus, por estarem  cumprindo a ordem de Deus de celebrar a Páscoa. Isso causou tal pânico  ao povo, que quase todos os cristãos deixaram de comemorar de maneira devida, essa tão importante festa cristã.

Foram criadas dezenas de festas e essa que foi instituída pelo próprio Deus, tem sido deixada de  lado e pior que isso, tem sido tratada como uma festa pagã, onde toda atenção se volta para um coelhinho e ovos de chocolate, desviando assim, o objetivo da verdadeira Páscoa.

A páscoa é a comemoração da  libertação  do povo de Deus  de mais de dois séculos de escravidão no Egito, há cerca de 3300 anos atrás. A história  da servidão e do sofrimento crescente do povo  e a missão  confiada por Deus  a Moisés  e seu irmão Arão,  seus infatigáveis esforços, a resistência teimosa de Faraó e os grandes feitos de Deus, mandando as pragas sobre o Egito e a casa de Faraó, abrindo o Mar vermelho,  para libertar o seu povo, é registrado no livro de Êxodo nos capítulos de 1 a 15.

Depois de tanto sofrimento e  uma tão longa espera, chegou finalmente a hora da libertação. Motivo de festa para o povo de Deus que deveria comemorar com um cordeiro, pães ázimos   ( pães sem fermento) e ervas amargas. Foi também um dia de  tristeza para os inimigos de Deus, pois o anjo da morte estava passando e todos os primogênitos que não tivessem na verga da porta de sua casa o sangue do cordeiro, deveria morrer. Disse Deus:

"E Eu passarei pela terra do Egito  esta noite, e ferirei  todo o primogênito na terra do Egito, desde homens até animais e sobre todos os deuses do Egito farei juízos: Eu o Senhor.  E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu o sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando Eu ferir a terra do Egito. E este dia vos será por memória e celebra-lo-eis por festa ao Senhor..." Êxodo 12:12 a 14.

 

As ervas amargas representavam o sofrimento e a escravidão que tiveram no Egito, os pães ázimos  ( sem fermento), porque tinham pressa e não podiam esperar mais, e  também, figurava o Pão da Vida ( Disse Jesus: "Eu Sou o Pão da Vida, quem comer deste Pão viverá para sempre"); o cordeiro tinha que ser imolado e seu sangue passado na verga da porta, esse  sangue que Moisés, instruído por Deus, ordenou que se passasse nos umbrais das portas, nada mais era do que a figura do Cordeiro de Deus que exatamente na Páscoa, 1300 anos depois,  se entregou para ser morto e como o Cordeiro Pascal, derramou o seu sangue para livrar da morte todos os que através Dele viessem a Deus.

Conforme narra os Evangelistas Lucas, Marcos e também Mateus, que em Jerusalém se comemorava a Páscoa, segundo a tradição desde Moisés, cumprindo a ordem do Senhor: "celebrá-lo-eis por festa ao Senhor como estatuto perpétuo". Mas Jesus sabia que aquela era a  mais importante de todas  as comemorações da Páscoa, sendo aquela  determinada por Deus, para que Ele fosse entregue como Cordeiro Pascal. Ele disse: "...daqui há dois dias é a Páscoa e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado".(Mateus26:2).

Jesus então convidou seus discípulos para essa  comemoração. E eles perguntaram : onde queres que façamos os preparativos para comeres a Páscoa? E ele  então chamando a Pedro e João, os mandou  dizendo: olha, vocês irão  à cidade  (Jerusalém) e lá encontrarão  um homem, na entrada da cidade, (acredito que próximo ao Portão de Sião) levando um cântaro de água, esse era o sinal de identificação (pois não era costume homens carregar cântaros e, sim, as mulheres).

Vocês vão seguir aquele homem, por onde ele for e na casa que ele entrar, vocês também entrarão  e então dirão ao dono da casa"O Mestre mandou dizer que o tempo Dele está próximo e Ele quer celebrar em sua casa, a Páscoa com os seus discípulos. O meu Senhor precisa de um lugar para passar a Páscoa” . E chegada a tarde, assentou-se à mesa com seus discípulos e   então Ele disse: "Eu desejei muito comer esta Páscoa convosco".

Ah, se pudéssemos adentrar o coração de Jesus naquele momento, para entendermos o verdadeiro significado daquelas palavras. Aquele era o momento!, e aquela era a Páscoa esperada por mais de 3000 anos, desde a queda do homem no jardim do Éden. Era o momento da redenção! O momento de reabrir ao homem pecador, o caminho a Deus. Era o reencontro do homem com o seu Criador!

 

 

E Ele  tomando o cálice disse: "Esse é o meu sangue que é  derramado por vós". O Cálice da nova aliança. E tomando o pão disse: "esse  é o meu corpo que eu dou por vós".(Lucas 22:7 a 20). Jesus disse ainda, que cada vez que  ceiássemos, fizéssemos em memória Dele. Ele estava se referindo àquela ceia, a ceia da páscoa.

Logo em seguida, o texto narra que Ele saindo dali foi traído por Judas, entregue aos soldados romanos, julgado por Pilatos, que era também uma autoridade romana  e em seguida morto pelos soldados romanos, cumprindo a profecia de Isaías 53, que diz que:

"Como um cordeiro mudo foi levado... mas Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si.. e o castigo (que era nosso) que  hoje nos traz a paz estava sobre Ele (Ele estava ali em nosso lugar, Ele estava morrendo a nossa morte, pois nós é que pecamos  e o preço do pecado é a morte) ...e pelas pisaduras Dele fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados, mas o Senhor fez cair sobre Ele a iniquidade de nós todos".

 

Jesus queria naquele momento dizer que, Ele era o Cordeiro Pascal representado por todos aqueles anos, no  tabernáculo do deserto,  e no Templo em Jerusalém.

Abraão, Isaque, Jacó, Moisés e outros, foram salvos pela fé Naquele  que haveria de vir: O Cordeiro Pascal. Na plenitude dos tempos Deus enviou Jesus (Efésios 1:10) e cumpriu o seu propósito de convergir Nele, em Jesus, todas as coisas, as que estão nos céus e na Terra, as que foram antes e as que viriam depois. Essa foi a Páscoa esperada por mais de 3000 mil anos, desde a queda de Adão e a promessa de Deus  que da semente da mulher nasceria um que esmagaria a cabeça da serpente. Era o sacrifício completo.

"Temos sido santificados  pela oblação do corpo de Jesus Cristo, feita uma vez" (Heb. 9:10), nos dando ousadia para entrarmos no santuário, pelo novo e vivo caminho que Ele  nos consagrou , pelo véu, isto é, pela sua carne (Heb 10:19 e 20). Pois o véu do templo se rasgou (Mat.27:51).

O véu que separava o lugar santíssimo, onde só o sumo sacerdote podia entrar uma vez por ano, Ele nos deu acesso. Céus e terra  esperavam por esse momento.  A terra tremeu,  houve trevas sobre a terra, as pedras se fenderam, os sepulcros se abriram e mortos ressuscitaram (Mat. 27: 52 e 53).

O mais importante da Páscoa, é que nela Jesus ressuscitou dos mortos, Ele venceu a morte!. Ele não ficou na sepultura, mas saiu dela trazendo as chaves do inferno e da morte.  "Pela morte Ele aniquilou o que tinha o império da morte, isto é, (aniquilou) o diabo"(Heb.2:14).           Ele entrou na sepultura como Cordeiro Pascal e saiu como O Vitorioso Leão da Tribo de Judá.

Essa é a ordem de Deus:

"Assim pois comereis: ...esta é a Páscoa do Senhor. ...E este dia vos será por memória, e celebrá-lo-eis por festa ao Senhor: em todas as vossas gerações o celebrareis por estatuto perpétuo." Êxodo 12:14.

É na páscoa que recebemos nossa maior vitória como filhos de Deus! "Porque Cristo, a nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Pelo que façamos festa, ...com os pães ázimos da sinceridade e da verdade". I Corintios:5:7.

 

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Emagreça na Páscoa ou não engorde

Confira 6 dicas para não engordar com a chegada do coelho. 

 

 
Depois da farra gastronômica do final do ano, a Páscoa é a segunda época do ano que é sinônimo de abusos. Para as pessoas que querem eliminar os quilinhos já adquiridos, a data representa uma verdadeira tortura.


Por isso, pegue essas dicas que podem ajudar você a ter uma alimentação mais saudável e sem sobressaltos com o peso depois. As dicas são do Peso Ideal.


1. Não exagere no consumo de chocolate. Além de ser um alimento muito calórico, esse hábito pode viciar;


2. Cuidado com chocolates diets, eles não contêm açúcar, mas possuem mais gordura do que os tipos convencionais. Portanto, são mais calóricos;

3. Quanto mais escuro o chocolate, menor o teor de gordura. Dê preferência ao chocolate amargo, mesmo assim coma com moderação;


4. Aproveite o tempo livre do feriado e pratique mais atividade física. Além de acelerar o metabolismo melhora o seu humor;


5. Coma muita salada crua antes do prato principal, isso aumenta a saciedade e diminui a absorção de gorduras;

6. Se tiver exagerado durante o dia, faça uma refeição mais leve no jantar, à base de verduras, legumes e frutas.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






JUDAS  ISCARIOTES - POR QUE MALHÁ-LO ?

Malhar o Judas é uma prática ainda muito comum no Brasil, apesar de o costume praticamente ter sido banido das grandes cidades por falta de locais adequados e dos perigos que representa. No interior, entretanto, a tradição continua viva, e os bonecos de palha ou de pano, pendurados em postes de iluminação pública e galhos de árvores, são rasgados e queimados no sábado de Aleluia.

Tradição popularíssima na Península Ibérica, radicou-se em toda a América Latina desde os primeiros séculos da colonização européia. No Rio de Janeiro oitocentista, os judas - com fogo de artifício no ventre - apareciam conjugados com demônios, ardendo todos numa apoteose multicolorida que o povo aplaudia.

O Judas queimado é uma personalização das forças do mal e constitui vestígio de cultos agrários, em muitas partes do mundo. Vários historiadores registraram o uso, quase universal, de festas de alegria no início e fim das colheitas, para obter melhores resultados nos trabalhos do campo.

Queima-se um manequim representando o deus da vegetação. Pela magia simpática, o fogo é o sol e o processo se destina a garantir às árvores e plantações o calor e a luz indispensáveis, submetendo a figura ao poder das chamas. O sacrifício do mau apóstolo é, então, uma convergência de tradições vivas no trabalho agrícola.

No Brasil, é costume antigo fazer-se o julgamento de Judas, sua condenação e execução. Antes do suplício, alguém lê o "testamento" de Judas, em versos, colocado especialmente no bolso do boneco. O testamento é uma sátira das pessoas e coisas locais, com graça oportuna e humorística para quem pode identificar as figuras alvejadas.

Judas, apóstolo traidor, cognominado Iscariotes por ser oriundo de Carioth, cidade ao Sul de Judá, já um ano antes da Paixão de Jesus tinha perdido a fé no Mestre, mas continuava a acompanhá-lo por comodidade e para ir furtando do que ofereciam aos apóstolos.

Obcecado pelo dinheiro, antes de se afastar de Cristo, resolveu entender-se com os sinedritas - membros do Sinédrio, conselho supremo dos judeus -. Judas assistiu ainda à última ceia, em que Jesus revelou a sua traição, mas foi logo ao encontro dos inimigos de Cristo para cumprir o que tinha combinado e receber 30 dinheiros. Consumada a traição, arrependeu-se, quis restituir o dinheiro, mas, repelido pelos sacerdotes, enforcou-se numa corda.

A  TRIBUNA

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






MERCADÃO MOVIMENTADO :VENDA DE  BACALHAU  AUMENTA

 

 

No Mercado Municipal da Cantareira, em São Paulo (SP), as bancas que vendem bacalhau estão em atividade máxima nesta semana. A proximidade da Sexta-feira Santa e da Páscoa obrigou os vendedores a aumentar a oferta, e alguns chegaram a dobrar seus pedidos.

 

"Ao longo do ano, compramos 20 caixas de bacalhau por semana, mas neste mês estamos pedindo 40 caixas nesse tempo¿, diz Cauê Miguel de Lima, vendedor da banca Di Marco. Na Banca do Ramon, a Semana Santa muda por completo as estantes do local. "Nesta época 90% do que vendemos é bacalhau, azeitonas e azeite", explica o gerente Fábio Gouvea.


A loja está operando com 20% a mais de pessoal e vende mais a cada dia que passa. "O pessoal está deixando mais para o último momento, cada vez mais, nos últimos anos", diz Fábio, que contabilizou cerca de 600 quilos vendidos na terça-feira contra 900 comercializados na quarta.


Neste ano, o preço ficou mais em conta por causa da oferta dos distribuidores. "Conseguimos negociar um valor melhor e ficou até mais em conta do que no ano passado", diz Fábio.

Outros fatores apontados pela Associação Paulista de Supermercados (Apas) também poderiam explicar o aumento das vendas de bacalhau no feriado da Páscoa: a proximidade do feriado com a data de recebimento do salário e o aumento do consumo devido a uma temperatura mais amena do que a registrada no ano passado, quando a data foi celebrada vinte dias antes.


A associação acredita que as vendas devem aumentar 5% em relação ao mesmo período de 2008. O Brasil é o segundo maior importador de bacalhau do mundo, atrás apenas de Portugal.

VC Repórter/Terra

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Bacalhau Gratinado

 



- ½ kg de bacalhau desfiado
- 2 cebolas em rodelas
- 5 colheres (sopa) de azeite
- 3 tomates picados
- 3 colheres (sopa) de manteiga
- 3 colheres (sopa) de farinha de trigo
- 1 xícara (chá) de leite
- 1 ½ xícara (chá) de creme de leite fresco
- 1 pitada de noz moscada
- ½ kg de batatas cozidas e em rodelas
- 50g de queijo parmesão ralado
- pimenta do reino e sal a gosto
- 1 xícara (chá) de farelos de pão francês


DESSALGAR O BACALHAU:  Em uma vasilha, deixe o bacalhau de molho em água fria por 48hs na geladeira, trocando a água de vez em quando para dessalgar. Depois deste processo, desfie o bacalhau.

BACALHAU: Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola, os tomates e o bacalhau. Reserve.

CREME BRANCO: Em uma panela, derreta a manteiga e  doure a farinha de trigo. Acrescente o leite, e depois o creme de leite, mexendo até engrossar e formar um creme consistente. Coloque uma pitada de noz moscada, misture e reserve.

MONTAGEM: Em um refratário, coloque as batatas no fundo da travessa, por cima uma camada com o bacalhau e cubra com o creme. Polvilhe farelos de pão e queijo ralado. Leve para gratinar por aproximadamente 20 minutos em forno a 180ºC.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Aproveite as delícias da Páscoa sem prejudicar sua pele

Para comer chocolate sem culpa, o segredo é planejar o consumo

 

O cardápio da Páscoa é uma delícia, mas os exageros podem refletir na sua pele. "O chocolate é muito benéfico, pois fornece energia imediata para a realização das atividades diárias, porém, por outro lado, é um perigo para os indivíduos acima do peso e, sobretudo, para os portadores de diabetes: aproximadamente 50% e 30% de sua composição são, respectivamente, de açúcar e de gordura", alerta a médica nutróloga, cosmiatra e professora da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, Dra. Mercedes Granja.

Por conta do chocolate, alguns indivíduos podem desenvolver maior oleosidade cutânea acompanhada de acne e espinhas, ou mesmo agravamento de quadros inflamatórios pré-existentes, como as alergias, dermatites e psoríase. "Após a Páscoa, noto que alguns pacientes que estavam evoluindo bem com os medicamentos prescritos têm uma piora do quadro de acne", diz a médica.

Para evitar problemas de pele após o feriado, segundo a Dra. Mercedes Granja, é melhor investir na prevenção, ou seja, moderar no consumo do chocolate durante todo o período da Páscoa. O ideal, afirma ela, seria manter uma dieta equilibrada e, se possível, pouco calórica, dando preferência para os alimentos in natura e carnes magras, ou peito de frango e peixes.

O consumo de alimentos contendo gorduras insaturadas, como os peixes de águas frias e o azeite de oliva extra-virgem, por exemplo, diminuem a incidência de doenças cardiovasculares, além de normalizar a coagulação do sangue, prevenindo infarto ou derrame e até mesmo doenças imunológicas e câncer , explica a nutróloga.

Para quem, todavia, passou o feriado de Páscoa sem se precaver de cuidados básicos com a alimentação, uma excelente higienização da pele é essencial, além do uso de produtos tópicos objetivando a normalização da pele. Veja abaixo outras dicas da Dra. Mercedes:

PELES COM ACNE

- Lavar o rosto várias vezes ao dia com sabonete para acne.
- Fazer uma limpeza de pele com o dermatologista.
- Usar produtos para acalmar a pele (princípios ativos interessantes: alfa-bisabolol e glucan).
- Aplicar secativos para acelerar a melhora das acnes inflamadas.

A Dra. Mercedes Granja relembra que a precaução e moderação durante o feriado é o melhor remédio para se evitar transtornos futuros, tanto para saúde quanto para a pele. Portanto, ela dá algumas sugestões para aproveitar a Páscoa com saúde e manter uma pele viçosa:

- Coma peixe no seu almoço de domingo; na verdade, é recomendável o consumo deste alimento pelo menos três vezes por semana;
- Ingira bastante líquido durante os dias da Semana Santa e também na semana seguinte. Os líquidos ajudarão seu sistema digestivo a eliminar mais rapidamente os alimentos excessivamente calóricos consumidos durante esses dias de festa;
- Ao escolhermos um determinado ovo de Páscoa, devemos sempre observar o valor calórico do produto antes de consumi-lo. Ovos maiores que 500g podem chegar a um valor calórico de uma refeição de 2500 kcal;
- Dê preferência a chocolate ao leite, sem adição de castanhas, avelãs e outros produtos o que pode tornar seu doce sabor um pouco mais amargo em sua dieta;
- Sabe-se que o chocolate é uma substância rica em proteínas, cálcio, fosfatos e contém uma substância chamada triptofano que age liberando serotonina (neurotansmissor responsável pela sensação de bem estar e prazer). Seu consumo na Páscoa é aumentado também por esta razão;
- Cuidado ao se ingerir ovos diet (sem açúcar), o que não quer dizer sem gordura e com baixo valor calórico. Eles também devem ser consumidos com moderação;
- A famosa colomba pascal também pode ser consumida, desde que com moderação. Dê preferência às que não contêm a adição de gotinhas de chocolate, pois aumentam o valor calórico; 
- Não esquecer, durante na Páscoa, de fazer (ou continuar) a atividade física.

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*






Do cacau à loja: saiba como são feitos os ovos de páscoa

Segredo da qualidade é interação dos ingredientes, diz gerente industrial

 

 

 

Depois que ele começa a derreter na boca, dificilmente alguém pensa em como é feito, ou de onde vem. Mas até chegar às mãos de crianças e adultos, o ovo de páscoa percorre longo caminho. O G1 visitou a fábrica de chocolates da Ofner, em São Paulo, para conferir os detalhes do processo que transforma uma massa de cacau, açúcar, manteiga de cacau e leite, no desejado ovo de chocolate.

Muito diferente do chocolate que comemos, a mistura inicial é preparada por uma fábrica terceirizada, usando matérias primas, receita e processamento estabelecidos pela Ofner. O cacau, do qual são extraídas a polpa e a manteiga, essenciais para dar sabor e consistência ao chocolate, é cultivado principalmente na Bahia. Nesta fábrica, todos os ingredientes são misturados e é feito o refino.

“Esse processo elimina aromas indesejáveis da mistura e integra a massa de tal forma que não seja possível sentir o gosto dos ingredientes separadamente, mas do todo”, diz Marco Antônio Troli, gerente industrial da Ofner e responsável pelas receitas do chocolate produzido.

Já na fábrica da Ofner, o pó refinado recebe um choque térmico, a chamada temperagem, que transforma a matéria-prima em uma massa moldável. Segundo Troli, esta etapa do processo é que dá o brilho característico do chocolate.

Da temperagem, a massa segue para uma câmara refrigerada e é colocada em formas. “Nesta sala, mantida a 10ºC, o ovo ganha o formato ideal. Um processo de centrifugação ajuda a uniformizar a quantidade de chocolate nas formas. A temperatura é baixa para que a massa de cacau cristalize bem”, diz Troli.

Depois de pronta, as metades da casca do ovo seguem para uma sala anexa. Lá são preenchidas com bombons, e depois embaladas. Os destinos seguinte são as lojas.

Segundo Troli, seriam necessárias cerca de três horas para produzir o ovo, da temperagem até o produto embalado. “O problema é que tudo no chocolate gira em torno da interação e cristalização adequadas dos ingredientes, principalmente a manteiga de cacau. Como isso leva um tempo para acontecer, deixamos a massa de um dia para outro para produzir o ovo com maior qualidade.”

Globo.com/G1

Editado por Nilceu

Haloscan

Zip Net []


*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*ENVIE SUA MENSAGEM *...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*...*